18 de Maio de 2017

Cultivo de banana da terra garante lucro

A produção nacional de banana da terra, também chamada plátanos, é estimada em torno de 6.164 toneladas (FAO, 2003), correspondendo a 9% do volume total de banana no País.

São cultivadas principalmente nas regiões norte e nordeste. As bananas da terra são consumidas com o fruto maduro, fritas, assadas e cozidas, participando de vários pratos da culinária amazônica e do nordeste. É utilizada também na produção de chips.

Manejo

A banana da terra, devido à morfologia da planta e à hidratação dos tecidos, requer abundante quantidade de água disponível no solo para que o crescimento e o desenvolvimento sejam normais. Em condições ideais de umidade do solo, o consumo de água pelas plantas durante o primeiro ciclo, com uma duração de 14 meses, é de 930 mm a 1.800 mm.

Regiões com precipitações médias anuais de 1.800 mm a 2.100 mm, bem distribuídas ao longo do ano, são consideradas aptas para a exploração de banana da terra, sem necessidade de irrigação. Esta alta demanda por água é devido à grande área foliar usada para transpiração.

Da mesma forma que outras cultivares de bananeira, a banana da terra pode ser irrigada por qualquer método, seja aspersão, microaspersão ou gotejamento.De acordo com a descrição anterior, a irrigação compensa quando há déficit hídrico, nível tecnológico adotado e, principalmente, o mercado que se deseja alcançar.

Viabilidade econômica

A banana da terra possui extrema importância econômica e social. É uma fruta com elevado teor de amido, sendo consumida como fonte de carboidratos em diversos países da América do Sul, África e Ásia.

Seu cultivo é importante fonte de renda para os pequenos agricultores do Norte e Nordeste brasileiro.

A banana da terra requer abundante quantidade de água disponível no solo - Crédito Maria Geralda Vilela

A banana da terra requer abundante quantidade de água disponível no solo – Crédito Maria Geralda Vilela

Custo de produção

O conhecimento dos custos de produção e rentabilidade da cultura é importante para auxiliar o agricultor na tomada de decisão do que plantar. A produção econômica da cultura depende de uma série de fatores que afetam o seu desempenho e retorno financeiro.

Dentre eles, destaca-se a capacidade de o produtor utilizar tecnologias disponíveis, as características da região onde a cultura é explorada, disponibilidade de mudas de boa qualidade e a variação dos preços dos insumos e mão de obra.

O custo de produção na instalação das bananeiras, em geral (1º ano), foi de R$ 10.700,00/ha para não irrigado e R$ 23.900,00/ha para irrigado.

 

 

 

Para uma produção de alto rendimento e qualidade é fundamental a correta nutrição do bananal. A Green Has do Brasil apresenta soluções nutricionais para a cultura, com produtos de alta qualidade, focados em cada fase fisiológica da planta, otimizando e garantindo o fornecimento de elementos em quantidades corretas, de acordo com sua necessidade.

Em nosso portfólio destacam-se produtos à base de ácidos húmicos e fúlvicos, aminoácidos, algas, cálcio carboxílico de baixo peso molecular, nitrogênio foliar de liberação lenta, além de produtos completos com NPK+Micros para aplicação via foliar, no sulco de plantio ou fertirrigação.

Essa matéria você encontra na edição de maio 2017  da revista Campo & Negócios Hortifrúti. Adquira já a sua

Deixe seu comentário