11 de outubro de 2017

Integração Lavoura-Pecuária evita perdas em caso de riscos climáticos

Ao recuperar a capacidade produtiva dos solos, as lavouras e pastagens tornam-se mais produtivas A Integração Lavoura-Pecuária (ILP) tem se mostrado uma estratégia para convivência com as incertezas climáticas. O sistema integrado de produção, ao diversificar culturas e atividades pecuárias, diminui os riscos de perdas econômicas nas propriedades. No atual cenário, em que veranicos têm […]

leia mais
9 de outubro de 2017

Resultados dos fertilizantes organominerais em alface

Os fertilizantes organominerais vêm sendo empregados, em escala crescente, em todas as lavouras, e não apenas em hortaliças, com resultados promissores. Os fertilizantes minerais têm a característica de se comporem de nutrientes solúveis prontamente disponíveis às plantas. Entretanto, a matéria orgânica do solo é fundamental para a produtividade das culturas, pois contribui para a melhoria […]

leia mais
9 de outubro de 2017

Por que optar pelos fertilizantes de liberação lenta em florestas?

Os fertilizantes classificados como de liberação lenta (FLL) foram desenvolvidos para aumentar a eficiência no uso dos nutrientes. Esta característica está associada à dissolução/liberação vagarosa do nutriente presente nos grânulos. Isto faz com que haja redução das perdas, principalmente pela volatilização, lixiviação ou adsorção às argilas. Os FLL geralmente são envoltos por polímeros, películas ou […]

leia mais
15 de setembro de 2017

Os resultados no manejo de estimulantes e condicionadores no tomateiro

A cultura do tomate (Solanumlycopersicon Mill) é uma das mais importantes no cenário agrícola mundial, produzindo frutos destinados ao consumo “in natura” e à indústria de extratos. No Brasil, é cultivado em todo o território, abrangendo regiões com diferentes características de solo e clima, além de diversas formas de sistemas de condução, exigindo tecnologias modernas de […]

leia mais
13 de setembro de 2017

MS estabelece data-limite para cultivo da soja

A Secretaria do Estado do Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), de Mato Grosso do Sul, publicou a resolução da Semagro n° 648, de 15 de agosto de 2017, que mantém o período do vazio sanitário (15 de junho a 15 de setembro) e determina data-limite para semeadura da soja, no Estado. Portanto, a partir da safra 2017/2018, os produtores de soja de Mato Grosso do Sul terão calendário para a semeadura da soja, que deverá ser realizada entre 16 de setembro e 31 de dezembro de cada ano.

leia mais
Página 1 de 7412345...102030...Última »